Como Montar um Naked Cake

person holding a knife slicing a food on a white plate
Entenda algumas características do bolo naked cake e dicas para construí-lo.

Em teoria, o naked cake deve ser um bolo com camadas de recheio bem evidentes e padronizadas, acompanhado de uma decoração no topo, sendo normalmente frutas vermelhas pequenas.

Em ordem da diversificação, hoje é possível encontrar diversas versões do naked cake, o “bolo pelado”, em tradução literal.

Há alguns que são até cobertos rusticamente, escondendo um pouco o recheio, outros com camadas desiguais e assim vai.

Não há uma regra quando se vai montar um naked cake, porém irei lhe instruir sobre algumas de suas características para facilitar sua montagem, independente de qual versão vá fazer!

1. A Massa
person slicing a cake

A massa do naked cake precisa aguentar todo o peso do recheio e as outras camadas de bolo sem quebrar.

Porém, é preciso que essa massa continue sendo macia, e não dura.

Para isso, você tem duas opções, basicamente: fazer um pão de ló bem resistente ou um bolo com manteiga.

Bolos amanteigados tendem a ser mais firmes que um bolo feito com óleo ou leite, ou apenas claras em neve, como é o caso do pão de ló.

Por esse mesmo motivo, podem ser mais secos, o que requer que sejam molhados com alguma calda.

O pão de ló, por sua vez, é uma massa naturalmente macia, porém, algumas receitas podem ser fofas demais e não resistirem ao peso do bolo.

A maioria dos naked cakes é feita com pão de ló, e então você me pergunta: como? Nem todo pão de ló é igual, por isso, recomendo que você teste algumas receitas até que encontre a mais firme.

Sempre há diferenças: uma receita leva mais farinha, a outra menos ovos… A cozinha se baseia nisso, testar!

2. A Calda

Quase todo bolo que comemos é molhado.

Isso porque nem toda massa é macia ou porque, simplesmente, a calda ajuda a dar um gostinho a mais.

Porém, é preciso tomar muito cuidado na quantidade de calda na hora de montar um naked cake. A calda ajuda a deixar o bolo mais gostoso, mas pode ser uma desvantagem para sua estrutura.

Como pode ver, nem todo naked cake possui as camadas padronizadas, mas, ainda assim, há uma certa estrutura que pode ser comprometida com a calda.

Quanto mais molhamos o bolo, mais disposto a quebrar ele fica. Por isso, pondere o quanto você irá molhar suas camadas de bolo, isso se for realmente necessário.

3. O Recheio

O recheio é a essência do bolo e, no naked cake em especial, ele serve como cola entre as camadas.

É fato que um recheio não pode ser nem muito mole e nem muito duro, pois deve ser macio de se consumir sem derramar pelo bolo.

Em um naked cake, o recheio precisa ser pensado com muito cuidado. Isso porque ele fica em total evidência.

Um recheio para naked cake pode ser desde um brigadeiro até uma ganache.

Não existe o recheio “certo” para esse tipo de bolo, mas é preciso utilizar a confeitaria a seu favor, e não contra.

É preciso achar o equilíbrio!

Priorize recheios mais firmes que aguentem peso, evitando, por exemplo, o chantili. (como você pode ver na imagem acima).

É possível, também, rechear seu bolo com frutas além de um creme, brigadeiro ou buttercream, o que pode ajudar a criar uma estrutura mais firme.

4. O Topo

O topo de um naked cake não varia muito.

Basta olhar rapidamente pela internet que você verá que a maioria é constituída por frutas, em especial as vermelhas.

Como já evidenciado, o naked cake não pode ser um bolo muito pesado, senão corre-se o risco das camadas deformarem.

Por isso, priorize decorações leves, como flores, decoração com bico de confeiteiro (normalmente um chantili ou buttercream) ou, é claro, frutas vermelhas, que normalmente são pequenas.


Espero que essas dicas facilitem sua montagem do naked cake!

Caso possua qualquer receita ou dica, sinta-se à vontade para compartilhar pelo menu “Sua Área”!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: